Geoklock faz balanço positivo de sua participação no Battelle



O balanço da participação da Geoklock na 11ª edição do Battele, em Palm Springs, entre 8 e 12 de abril deste ano, foi superpositivo. De acordo com Rodrigo Coelho, CTO da Geoklock, foi a primeira vez em que a empresa participou com tanta intensidade, como patrocinadora, palestrante, presidindo mesas, selecionando os trabalhos e com estande próprio. “O saldo de tudo isso foi extremamente positivo, principalmente com vistas a parcerias futuras. A exposição que tivemos certamente nos permitiu a troca de experiências e muitas conversas sobre eventuais parcerias mais para a frente”, comentou Coelho.

Para o geólogo Victor Sewaybricker, coordenador técnico da Geoklock, participar do Battelle foi também importante para mostrar que a empresa está “na mesma página” dos grandes players mundiais do setor. “Estamos falando a mesma língua, seja em termos de equipamentos ou capacitação técnica e isso é muito importante, pois nos permitiu conversar com futuros parceiros de igual para igual”, destacou.

Segundo Rodrigo Coelho, o fato de haver um estande no local, permitiu criar um ponto de encontro. A partir do material de apoio fornecido aos participantes pela Geoklock, as conversas fluíram principalmente com empresas que possuem clientes em comum em outras partes do mundo. “Por isso nossa expectativa em relação a negócios futuros. Pudemos conversar e demonstrar nosso potencial e abrir a disposição de fazermos trabalhos conjuntos”. Segundo ele, portanto, o principal objetivo da equipe da Geoklock no Battelle, de buscar parcerias, foi atingido.

Para Victor Sewaybriker, sem dúvida foi um bom termômetro para comparar o atual estágio da Geoklock em relação ao mercado. Mostramos a eles, também, que não temos interesse em concorrer, em disputar o mercado deles, nos Estados Unidos, por exemplo, mas que queremos fazer parcerias a partir do Brasil, onde temos quase 40 anos de atuação, conhecemos a legislação como poucos e temos alta expertise em tudo o que fazemos”.

Em 2019, segundo Rodrigo Coelho, a Geoklock já tem o convite para o Battelle voltado à biorremediação, o que demonstra a satisfação dos organizadores com o trabalho realizado pela empresa. “Será em Baltimore (Maryland). Deveremos ter um papel muito semelhante ao evento de organoclorados. Vamos nos preparar ainda mais para fazer um bom papel e estabelecer novos marcos para a nossa empresa, mostrando a parceiros estratégicos toda nossa capacitação técnica, organização e potencial”.


<< voltar