Estudo de impacto ambiental
Projeto

Estudo de impacto ambiental

A falta de água de 2014 em São Paulo mobilizou muitas empresas na procura por alternativas, dentre elas uma multinacional com diversas unidades no Brasil.

A GEOKLOCK desenvolveu um estudo de disponibilidade hídrica para a empresa, indicando os riscos e as oportunidades, tanto técnicas como econômicas, legais e de reputação.

Nesse trabalho, a GEOKLOCK realizou a avaliação dos impactos socioambientais resultantes do incêndio nos armazéns de graneis, localizados no Porto de Santos/SP, destacando-se:

  • Campanhas de monitoramento de qualidade das águas do estuário, incluindo a biota aquática;
  • Identificação das medidas emergenciais destinadas a minimizar as consequências dos danos à qualidade das águas estuarinas Atingidas pelas águas de combate ao incêndio;
  • Definição dos programas de recuperação da qualidade das águas superficiais.

O projeto também identificou os seguintes aspectos em solo:

  • As áreas afetadas;
  • As possíveis fontes primárias de contaminação do solo e das águas subterrâneas;
  • Os materiais oriundos do acidente;
  • Outras potenciais fontes de contaminação.

De posse de todos os resultados, foi proposto um plano de recuperação ambiental, considerando todas as medidas emergenciais, de curto e médio prazo, que incluíssem, por exemplo:

  • A contenção de fontes ativas de contaminação;
  • O detalhamento da investigação dos impactos ambientais;
  • Os levantamentos das plantas subterrâneas;
  • Demais estruturas subterrâneas;
  • Estudos de monitoramento dos meios físico e biótico no terreno e no estuário.

<< voltar